sábado, julho 22, 2006

O SILÊNCIO COMO RESPOSTA (by Rê Michelotti)

Para uma pessoa como eu, que necessita inevitavelmente das palavras para viver, o silêncio pode tornar-se uma verdadeira tortura. É claro que não é sempre, pois neste momento em que escrevo por exemplo, o silêncio é uma boa companhia que me possibilita organizar minhas idéias e expor o que sinto, até mesmo sobre ele.

O silêncio sempre me trouxe alguma inquietação, alguma angústia ou dor. Durante muito tempo, tive verdadeiro pavor de ficar só, pois o silêncio me deixava literalmente transtornada. Quando me via sozinha em casa, imediatamente achava algo para fazer longe dalí, mesmo que fosse apenas dar uma volta na rua e ouvir o ruído dos carros. Levei algum tempo para aprender a ficar só e enfrentar o silêncio, e agora posso dizer que aprendi a viver com ele, e até mesmo, o desejar muitas vezes. Mas para isso, foi necessário que eu enfretasse meu medo, parasse e ouvisse o que o silêncio tinha a revelar sobre mim.

Quando fazemos uma pergunta, escrevemos ou chamamos por alguém, queremos certamente uma resposta, se possível rápida. Se isso não for possível, tudo bem, mas a resposta cedo ou tarde deve chegar. No entanto, muitas vezes ela simplesmente não vem, permanecendo junto de nós apenas o silêncio. E é aí que as coisas se complicam. O silêncio dado como resposta, nos dá margem para muitas interpretações ou conclusões, e nem sempre somos suficientemente otimistas para "imaginar" o que ele quer nos dizer.

Todo questionamento merece uma resposta, mesmo aquele considerado de pouca importância, pois pra quem o fez, a resposta certamente o será. Para Susan Sontag, as únicas respostas interessantes são aquelas que destroem as perguntas... e isso não se pode negar!!!

Um comentário:

  1. É antigo, mas eu gostei.. Realmente encarar o silêncio como resposta nos faz interpretar diversas coisas, no meu caso, so as ruin! Adorei os textos! Parabéns. Beijos

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para deixar seu comentário, sua participação é sempre muito bem vinda ;)