segunda-feira, agosto 13, 2007

O TEMPO VOA (by Rê Michelotti)



Nossa, quanto mais eu teimo em dar conta do tempo, mais ele me desafia... ainda não tinha me dado conta do tempo enorme que eu não vinha mais aqui, que não escrevia mais uma linha se quer para dar aconchego as minhas angustias e a minha alma tão inquieta.

As loucuras do cotidiano, a vida que mudou de uma hora para outra me fizeram esquecer o quanto me faz bem escrever. Transformar em textos, frases ou em breves palavras meus sentimentos, meus pensamentos, ou seja lá o que vai na alma.



Quem acompanhava este blog antes, percebe que ele passou por algumas modificações, ou melhor, transformações mesmo. A vida se faz de momentos, e estes são sempre tão breves, se vão num piscar de olhos... meu blog anterior não cabe mais nesse meu momento de hoje, de agora.


Pensar para transgredir continua sendo um de meus lemas, mas penso que o "Spa de Idéias" combina mais com minhas vivencias atuais... venho aqui mais do que nunca para me desfazer de conceitos, de idéias pré-concebidas, até mesmo me desfazer de alguns preconceitos... mas em especial para encontrar minha verdadeira essência.



O tempo indiscutivelmente voa. E assim, em algum momento da vida temos que criar coragem e buscar desenvolver nossas asas... elas sempre estiveram aqui, presas em nós, mas o medo por vezes nos faz desacreditar nessa linda e real possibilidade.


Criemos coragem, e lacemos vôos cada vez mais altos, sem do medo da opinião alheia, dos olhares castradores, voemos rumo a nossa realização pessoal... e sejamos finalmente LIVRES!!!

Um comentário:

  1. Rê, o lirismo desse poema é comovente, tomara que Deus semee as vertentes dessas letras que abundam sua massa encefálica tão brilhante.

    Beijos,

    Fê.

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para deixar seu comentário, sua participação é sempre muito bem vinda ;)