quarta-feira, setembro 05, 2007

ESTOU CANSADA (by Rê Michelotti)


Estou cansada...
De mãos que preferem bater do que afagar.
De palavras que preferem machucar ao invés de consolar.
De amores que sugam nossas vidas ao invés de somar-se as nossas.

Estou cansada...
De palavras insensatas, largadas ao vento.
Daqueles que rejeitam quando deveriam acolher.
Dos que se acham não só os donos da verdade, mas de todas as situações.

Estou de fato cansada...
De todos aqueles que preferem o superficial ao intímo e verdadeiro.
De pessoas plasticamente lindas, no entanto de almas vazias.
De tudo que for falso e sem razão.

Estou de fato cansada...
De conselhos que nem mesmo quem os dá é capaz de seguir.
Da ignorância crescente e da passividade frente as injustiças de toda sorte.
De ouvir conceitos pobres que todos inventam o tempo todo.

Estou cansada de ouvir, falar, gesticular...
Sinto em meio a pessoas incapazes de ouvir e falar com clareza.
Estou de fato cansada, de toda a porcaria que tenho que escutar todos os dias.
E ainda assim tenho que manter a "pose", ser amável, dócil, meiga... ainda assim tenho de ser.

Mas sou forte, embora muitos achem que sou frágil...
A vida já foi bastante dura comigo também e assim aprendi...
As coisas fogem de nossas mão e temos que traçar novos caminhos...
Inventar novos objetivos... mudar, mudar e mudar.

As dores que me maltratam, mas ainda assim não me matam...
Me fazem forte, me fazem evoluir, crescer e desenvolver novas defesas.
O que me maltrata, mas ainda assim não me mata...
Só me faz mais e mais forte, ainda que por caminhos tortuosos e difíceis.

Sobreviverei a tudo isso que me cansa, que machuca minha alma, que me incentiva a perder os sabores, desistir dos desejos... porque no fundo, tudo isso transforma-se em força. O que não me mata, me fortalece...Sempre!!!

5 comentários:

  1. O que comentar não é mesmo minha amiga?!
    Na verdade, aprendemos que nunca estamos cansados, e sim queremos nos cansar pra poder dar uma paradinha e sentirmos que podemos errar como qualquer humano. Na verdade podemos, não é mesmo?!
    Deixo essa frase (esqueci o autor, acho que é do Quintana): "Prefiro ter dezenas de amigos, do que ter mil amores"

    Bjus

    ResponderExcluir
  2. CresceNet9:26 PM

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo5:19 PM

    Quando menos esperamos,encontramos alguém que expressa melhor que nós mesmos,aquilo que estamos a sentir: eu também já procurei respostas nos livros, até desistir de procurar em outrém a respostas para os meus problemas e já vi desaparecerem e destruirem-se tantos castelos, que por esta altura já devia era ter um diploma de arquitectura...isto só para te dizer, que alguém do outro lado do mundo(mais concretamente, em Portugal)ouviu-te e compreendeu-te, Bem hajas e paz para o teu coração, como desejo e anseio para o meu,Paula.

    ResponderExcluir
  4. Paula...pena n ter aqui o seu contato... mas de qualquer forma, fico feliz q meus pensamentos venham tbm de encontro aos de outras pessoas... isso significa q n estou só, não é mesmo?! Obrigada pelo carinho!!

    ResponderExcluir
  5. Anônimo5:57 PM

    O meu contacto é no hotmail:paulanobreseixas@hotmail.com, Bjs.
    P.S. : Estou no curso de informática, não posso falar mais!

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para deixar seu comentário, sua participação é sempre muito bem vinda ;)