terça-feira, setembro 04, 2007

RUMO A OUTRA ESTAÇÃO (by Rê Michelotti)


Na madrugada de domingo, mais uma alma desprende-se deste mundo e segue sua viagem para uma dimensão mais elevada. Poderia ter sido apenas mais um, mas era alguém especial, alguém que desde pequena senti bem próximo de mim, embora sempre distante quilômetros fisicamente. Na madrugada de domingo, deixa seu corpo já enfraquecido a alma de meu irmão - Enio.


Estamos sempre nos preparando para estes momentos de separação e dor, mas quando isto acontece assim, tão perto de nós... não tem jeito, o aperto no peito pela desilusão, pela ausência e pela saudade que já se faz presente quando pensamos que não o veremos mais, não o teremos mais do nosso lado... este aperto nos sufoca e não tem como segurar as lágrimas...mas elas de certa forma nos trazem alívio, acalmam nossa dor.


Mas ontem, passado o primeiro momento de susto pela notícia, embora que em termos já esperada...eu estranhamente fui tomada por uma emoção muito forte, uma sensação de alegria... alegria esta que está fazendo toda a diferença hoje quando penso no que aconteceu.
Talvez nem todos entendam minha alegria, mas acredito de verdade que aqui é apenas uma estação de nossas vidas, um dos muitos lugares pelos quais passaremos. Penso que nossas almas continuam... Para onde? Não sei, não importa. O que importa é a esperança do encontro, do reencontro em uma nova estação...


Estou feliz por pensar assim, por acreditar que um dia todos nós em alguma estação estaremos juntos de novo. Confesso que hoje sinto até uma pontinha de ciúme do meu irmão, pois ele vai encontrar alguém especial, que tanto eu quanto ele amamos demais. Ele vai encontrar o primeiro homem que eu aprendi a amar na minha vida - ele vai encontrar nosso pai!


Não posso deixar de pensar em como deve ter sido, ou será o encontro dos dois... Deus!!! Deve ter sido algo mágico, de tamanha intensidade que jamais saberia descrever, mesmo que estivesse lá, junto dos dois.
E com este pensamento, me acalmo, me emociono quantas vezes pensar nessa linda possibilidade do reencontro.
E então, aqui do meu jeito só posso rezar por vocês dois, e por tantos outros meus que já não estão mais aqui do meu lado...mas hoje em especial por vocês - meu pai e meu irmão... desejo de todo coração que já estejam juntos e que juntos descansem em paz. Que os anjos agora tenham junto comigo repetido: Amém!!!

2 comentários:

  1. Isabel11:56 AM

    Rê,todas as palavras aqui se tornam frágeis diante da beleza e profundidade do que tu expressaste em teu texto.
    O tio é uma pessoa, (sim porque ele existe ainda,em outro espaço e tempo,mas existe) uma pessoa muito divertida e isso de certa forma me conforta, uma pessoa que nunca precisou de muito para estar de bem, feliz...enfim a vida é assim dual, nos traz as mais estranhas e magníficas sensações e no fim das contas o que importa sempre são as pessoas...sempre!! Um beijo carinhoso, infinitamente, Isabel.

    ResponderExcluir
  2. Alvaro3:56 PM

    Amor, muito lindo o que tu falou...tive que conter as lágrimas...mas acredito que é isso mesmo... é esse teu sentimento que devemos ter sempre... dá uma dor no início pela separação...pela ausência da pessoa que parte nas nossas vidas...mas essa alegria deve mesmo ser maior... e não devemos permanecer tristes, mas sim tristes e alegres... como a pessoa que parte também fica triste e alegre... triste por deixar pessoas queridas aqui...alegre por reencontrar tantas outras pessoas queridas lá...e é assim que tem que ser...a nossa passagem passageira nesta terra...a nossa fé na vida lá no céu...ao lado de tantas pessoas que amamos também... Bjus my love! Te amo!!!

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para deixar seu comentário, sua participação é sempre muito bem vinda ;)