sexta-feira, janeiro 23, 2009

GESTOS QUE FALAM (by Rê Michelotti)

Imagem de meu arquivo pessoal - 2007

Para demonstrar carinho, amor, gratidão ou reconhecimento não precisamos necessariamente de auto-falantes, propagandas em jornal, outdoors ou nenhuma outra forma tão explícita de declaração de nossos sentimentos. Todos estes podem ser apenas sentidos, vivenciados nas ações e atitudes do outro diante de nós.

No entanto, muitas pessoas têm dificuldade em expor sob qualquer forma o que carregam no coração. Nem aos que devotam grande carinho e admiração conseguem externar, mesmo que em gestos simples, por serem tão discretas ou mesmo tímidas para tais demonstrações de afeto.

Isso não é um defeito, talvez apenas uma dificuldade que pode ter surgido pelas mais variadas razões, ou nem isso. As vezes ocorre pelo simples fato desta pessoa achar que não há necessidade de dizer de quem gosta ou porque gosta, pois a sua maneira, ela acredita que demonstra tudo que sente.

Mesmo os mais extrovertidos, em algum momento ou quando o assunto é assim mais pontual, no sentido de demonstrar carinho por alguém, fica meio "travado". Sente insegurança, medo de ter sua declaração não entendida, mal interpretada, ou mesmo não correspondida. E assim, prefere apenas tentar deixar implícito o que sente.

Algumas pessoas têm realmente uma forma especial de nos demonstrar seu carinho, e sem nenhum esforço se fazem presentes com sua amizade, sem sequer precisar traduzir em palavras o que sentem. Diria que este é um dom, e muito bem vindo, diga-se de passagem. Pois muitas vezes temos ao nosso lado alguém que nem sempre ou até mesmo, raramente consegue ser assim tão claro de seus sentimentos; e desta forma, mesmo que este nos considere extremamente importantes para as suas vidas, nós, mesmo que a seu lado não notamos o quanto nos tem apreço.

Partilhei de um momento marcante da vida de uma pessoa que amo muito, uma daquelas que tem um lugarzinho VIP em meu coração. Foi um momento especial dela, e por isso, assim também o foi para mim.

Entre tantas coisas que este momento trouxe consigo, tive a oportunidade de ler a página de agradecimentos de um de seus trabalhos, que lhe foi fundamental para a conclusão desta caminhada. E nestes agradecimentos, encontrei-me em meio a algumas linhas. Foi então que pude perceber de forma mais evidente o tamanho de seu carinho por mim, e não apenas por mim, mas também por aqueles que estão diretamente ligados a mim.

Poucas linhas, mas com um significado extremamente significativo para mim. Sei o quanto é discreta para fazer tais demonstrações, e essas vindas assim, de forma espontânea, tiveram um valor ainda mais especial. Foi um momento gostoso de carinho, e de fato me emocionou... No entanto, esta emoção me deixou de certa forma sem palavras! E olhe que para me deixar sem palavras, não é fácil. (risos)

Desde então, venho refletindo sobre o quanto muitas vezes ignoramos sentimentos que nos são ofertados, por não termos sensibilidade suficiente para percebê-los sem que as palavras fossem necessárias. Neste caso específico, não diria que nunca tinha percebido este amor, pois sei que temos um carinho especial entre nós, por "N" razões que extrapolam ao simples fato de sermos de uma mesma família. Mas me remeto a tantas outras pessoas que nos cercam e que não temos a menor idéia da proporção que ocupamos na vida delas, e tampouco elas em nossas vidas.

E agora fico aqui me perguntando, quantas vezes deixei de demonstrar meu carinho por pessoas que me são tão importantes, e que sem elas minha vida não teria o mesmo sentido que tem hoje. Quantos amigos e amigas, quantos familiares, que eu jamais dirigi uma palavra forte o suficiente para registrar o meu carinho. Quantos amigos que mesmo distantes por tanto tempo me fazem falta, me fazem sentir saudade e lembrar deles muitas vezes no decorrer de minha vida. E porque não falar daqueles que se fazem presentes dia após dia, de uma vida inteira... Pode parecer desnecessário falar, pois se estamos todos dias juntos esta implícito que os amamos. Será?!

Desejo que as palavras não sejam insubstituíveis para declararmos nosso amor a quem queremos tão bem. Mas desejo mais ainda, que nossos gestos sejam claros os suficientes para não deixar dúvidas de nossos sentimentos, desde os mais simples aos mais profundos. Que nossos gestos e atitudes provem o valor verdadeiro de cada pessoa e o quanto queremos e lhe desejamos o bem... Apenas o melhor que há no mundo!


2 comentários:

  1. É de deixar sem palavras o agradecimento dessa pessoa, que tem seu jeito de amar e de demonstrar o que sente e vamos combinar, ele está perdoado por todos os gestos que não conseguiu demonstrar melhor, depois de palavras tão lindamente escritas e sem dúvidas sentidas profundamente...adorei! Bjao!

    ResponderExcluir
  2. Oie... voltei!!!

    Como sempre você tem as palavras certas nas horas exatas.

    Parabéns pelo texto...

    beijos...

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para deixar seu comentário, sua participação é sempre muito bem vinda ;)