sábado, maio 07, 2011

A Vida é Bem Mais Que Um Jogo (by Rê Michelotti)


Algumas pessoas continuam acreditando que a melhor defesa é o ataque. Uma pena, afinal aquele que só sabe atacar para se defender, é porque não tem mais argumentos, não tem mais sequer uma tentativa de se justificar, consequentemente, não tem como sustentar seu ponto de vista ou posicionamento, simplesmente porque não o tem concretamente! A partir daí, tenta inverter o jogo e passa a atacar. Aliás, bem lembrando; tem gente que não sabe viver, sabe apenas jogar. Tudo é jogo, tudo é ganhar ou perder!
A vida é bem mais que um jogo, e quem ainda não se deu conta disso está em apuros, pois vai acabar sozinho. Ninguém gosta de conviver com um ''jogador social'' e seus vícios, manias e artifícios para estar sempre na frente. Mas na frente de quem ou do que?! Compete necessariamente com quem?! Não sei, mas os jogadores são assim, tem necessidade de estar sempre a frente, de vencer sempre, mesmo quando a questão não concentra-se em absoluto na questão vencer ou não.
A gana por vencer sempre extrapola os limites aceitáveis. Há aqueles, como muito já ouvi inclusive, que preferem usar frases ''engraçadinhas'' como: "prefiro perder uma amiga a perder numa discussão" ou então: "prefiro perder uma namorada a perder uma piadinha", ainda que de mal gosto. Realmente não consigo ver as coisas desse jeito. O mais importante de tudo é se ter respeito pela opinião ou argumento do outro. Se não for possível respeitar a opinião, que ao menos o respeite como pessoa!
Quando se entra numa discussão, mais importante do que locutor e interlocutor convencer um ao outro de suas idéias ou fazê-los concordar com tudo, é ter o prazer de trocar idéias com alguém que pensa diferente da gente, que pode nos ensinar algo ou apenas nos mostrar um outro lado sobre algo que ainda não tínhamos pensado. 

O mais interessante de uma boa conversa não está focado em apenas conversar com quem pensa igual, é interessante nos permitir algo novo todo os dias. Quando nos abrimos para idéias novas,  desenvolvemos também uma certa tolerância que sempre é bem vinda. Quando discutimos determinado assunto com alguém, a melhor conclusão não é quem ganhou ou quem venceu no final. O legal é estarmos abertos para idéias que complementem as nossas, ou mesmo que nos contrarie, pois assim temos ainda mais certeza sobre nossas verdadeiras posições.

Quando se transforma tudo num ganhar ou perder, acaba-se por se afastar as pessoas de qualquer nova discussão positiva. Ninguém quer discutir ou mesmo apenas conversar com alguém que se acha sempre com a razão... E pior, se acha com a razão mesmo quando tudo aponta para o contrário.

Definitivamente, essas pessoas se tornam cansativas, pesadas e porque não dizer, massantes! Simplesmente esses tipos de pessoas torram a paciência da gente! Tudo tem um limite, minha paciência também. Não darei mais espaço para ataques infantis, comportamentos vitimados para inverter estórias e muito menos defesas baseadas em ataques incoerentes e sem fundamento, apenas para provar que tem razão... Ainda que continue sem ter.

Moral da estória, todo mundo já está cansado de saber que não existe ser humano perfeito, então por que continuar brigando para provar ser o melhor sempre ou ter razão sempre?! Pior que isso, é continuar a brigar mesmo quando já se comprovou nosso erro. Isso é iludir-se! Todo mundo sabe do seu erro e você continua fingindo que não fez nada, não viu nada e nem sabe de nada.

É certo que precisamos lutar para acertar mais do que errar, no entanto, não estaremos nos diminuindo também se assumirmos que as vezes nós realmente erramos... É uma oportunidade e tanto de pelo menos não voltar a cometer os mesmos erros outra vez!

Um comentário:

  1. Anônimo1:20 AM

    Concordo contigo em gênero e grau. O jogador não se dá conta mas está perdendo sempre, perdendo a chance da convivência, da troca de experiências e de crescer como pessoa, a vitória daquele que não pensa em jogar, mas em viver verdadeiramente. Bjus. Al.

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para deixar seu comentário, sua participação é sempre muito bem vinda ;)