quarta-feira, agosto 03, 2011

Expectativas, Injustiças & Decepções (by Rê Michelotti)

Imagem: arquivo pessoal Rê Michelotti - Junho 2010

Sempre que desejamos muito alguma coisa, elevamos nossa expectativa deste acontecimento a um nível que nem nós mesmos sabemos precisar exatamente. Mas é um sentimento, um pensamento que nos toma de tal forma, que esta expectativa quase transborda. Até aí tudo bem, afinal, enquanto estamos na fase de expectativa apenas, e em especial, quando nos sentimos positivos quanto ao que desejamos ou esperamos que acontecesse, é uma sensação boa. O ruim mesmo é quando essas expectativas não são preenchidas de acordo com nosso desejo... O ruim é quando essas expectativas são desfeitas. Nessa hora percebemos que a decepção é diretamente proporcional ao caminho percorrido e estabelecido pela nossa expectativa, com uma diferença apenas: Uma expectativa não atingida dói mais! Como se não bastasse, pode doer ainda mais quando percebemos a injustiça no ar. Não tem pior sentimento do que nos sentirmos alvo da injustiça, pois é algo que vai além do nosso controle muitas vezes.

Enquanto eu crescia e minha mãe dizia que era preciso ser uma pessoa boa, se preocupar com os outros, saber se colocar no lugar delas, ser solidária e até mesmo lutar para que o justo sempre fosse o ideal para todos... Eu realmente cheguei a acreditar que se eu fosse sempre justa com as outras pessoas, meio como mágica estaria imune a injustiça. Mas a gente cresce e percebe que não basta ser bom e pensar no bem para não sermos atingidos pela injustiça. Mais cedo ou mais tarde chega nossa hora. E não chega uma única vez... Ela nos persegue inúmeras vezes vida a fora, mesmo que a gente tente desesperadamente fazer tudo certinho... Ainda assim a injustiça fica logo atrás de nós e por repetidas vezes nos pega, a gente merecendo ou não. Isso tudo que penso ou desabafo agora, não é de forma alguma um lamento de vítima, até porque, sou apenas mais uma. Mas se me incomodo com as injustiças cometidas com outros, imagine com as que eu mesmo tenho que passar.

As vezes nosso mundo parece mesmo avesso, pois temos tantas leis, tantas convenções do que pode, do que não pode, do que é ou não aceito socialmente, no trabalho, na vida enfim... Mas quando alguém não respeita o direito dos outros, quando alguém age de má fé apenas em causa própria, nenhuma dessas leis, nenhuma dessas convenções são válidas para aquele que comete a injustiça.

Para deixar as coisas com um gosto ainda mais amargo em nossa boca, a injustiça parece ser sempre justificável, explicável de modo que não pareça algo assim tão mal... Ao menos para quem comete a injustiça e pensa que engana com explicações esfarrapadas. Mas isso tudo faz parte, nos faz crescer e não esquecer nunca de que o mundo lá fora esta cheio de pessoas boas, mas tem também uma parcela significativa de gente que só quer se dar bem, ainda que para isso, prejudiquem e cometam injustiças inúmeras com quem passar por seu caminho.

Lamento por estas pessoas acharem que podem realmente ser felizes assim, eu jamais conseguiria... Mas enfim, a mim cabe apenas a certeza de que faço o que considero certo não apenas para mim, mas para todos que se envolvem no que quer que seja. Aos injustos, infelizmente por aqui não os veremos muitas vezes sendo punidos, mas sem ser rancorosa, nem muito menos querer jogar praga... Mas porque eu realmente acredito: tudo aquilo que a gente dá aos outros, certamente volta para nós, sejam coisas boas ou ruins. Como já escrevi aqui uma vez... A o plantio é livre, mas a colheita é obrigatória!

Nem sempre aquele que comete uma maldade ou uma injustiça será devidamente punido entre os homens, mas acredito que de forma alguma devemos nos calar. Sempre que nos deparamos com algo injusto e que não concordamos e muito menos desejamos para nós... Temos que dizer no ato: ''Olha, você pode estar achando que engana a todos, mas vejo sua injustiça de longe''. Se isso não resultar em nada, resta pelo menos o consolo de termos nos manifestado, termos dito que não concordamos... E assim, quem sabe um dia quando for cometer alguma outra maldade com alguém, lembre-se alguém pode estar vendo tudo e não ficar assim tão camuflada a sua má intenção. No mais, é só mesmo seguir lutando para se ter muita paciência, muita tolerância com tanta coisa errada por aí...

Um comentário:

  1. Olá querida !!!

    Me identifiquei muito com o texto, pois também , ao longo da minha vida, passei e ainda passo por diversas destas situações. E nada me deixa mais chateada do que injustiça ! Ainda não lido bem com isso e acabo me afundando num misto de tristeza e raiva que demora um pouco a passar.
    Mas, como disse, o mundo tem seus dois lados, assim como existem boas pessoas, existem aquelas que não avlem o pão que comem...
    O que procuro fazer é não deixar que estes episódios me desanimem ou mudem minha essência, pois acredito que realmente, o que plantamos, colhemos, e não faço o bem por obrigação e sim porque é a minha índole e infelizmente pessoas como nós que estão abertas a ajudar ou a agir corretamente, também estão abertas a sofrer mais ataques e decepções, então depende de nossa força, seguir adiante, certos de que uma hora, tudo vai rpo seu devido lugar ;)

    Um beijão e bom fim de semana !

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para deixar seu comentário, sua participação é sempre muito bem vinda ;)